2018-01-07

Em 2018, leituras imperdíveis com a Quetzal

Bruno Vieira Amaral, Filipa Martins, Frederico Lourenço, José Eduardo Agualusa, Yrsa Sigurdardóttir, Paulo Martins, Sérgio Godinho e muito mais no novo ano

Partilhar:
Na Quetzal, o ano começa com «Manobras de Guerrilha», de Bruno Vieira Amaral. O autor distinguido com o Prémio Literário Fernando Namora, Prémio PEN Clube de Narrativa, Prémio Time Out para Livro do Ano, Prémio Novos de Literatura e Prémio José Saramago reúne em livro alguns dos seus textos mais memoráveis que, na sua variedade, erudição e humor, bem ilustram a sua mestria literária e o seu extraordinário leque temático.

Também em janeiro, chegará às livrarias o primeiro romance de Jarett Kobek, «Odeio a Internet». Aqui, o autor aborda questões prementes do nosso tempo: por que motivo aplaudimos o enriquecimento à custa dos fracos e dos que não têm poder? Por que razão desbaratamos a nossa propriedade intelectual? Por que é que o ativismo do século xxi não passa de uma série de lições de moral digitadas em dispositivos construídos para escravos? Um romance cínico, cómico, paranóico, justiceiro, feminista, inteligente e cruel.

Em fevereiro, serão publicados os livros «Instantâneos», de Claudio Magris, uma pequena comédia humana, um fresco das nossas vidas cuja moldura é o espírito cáustico e irónico de um grande autor do nosso tempo; «Na Memória dos Rouxinóis», de Filipa Martins, um romance extraordinário, feminino (embora sobre homens), em torno de um matemático que defendia o esquecimento mas que encomendou a sua biografia antes de morrer; e a nova tradução, anotada e comentada da «Odisseia» de Homero, por Frederico Lourenço.

No primeiro semestre, estarão disponíveis «Cartas e Recordações», de Saul Bellow; «Pátria Apátrida», de W.G. Sebald; «Outras Pessoas», de Martin Amis; «O Bairro dos Jornais», um retrato histórico do Bairro Alto e dos jornais que lá assentavam as suas redações, de Paulo Martins, e «Teoria Geral do Esquecimento», de José Eduardo Agualusa (que publicará um inédito em Abril), entre outros.

Até ao final do ano, serão publicadas obras de Jennifer Egan, Yasmina Reza, Elif Shafak, Camille Paglia, Reza Aslam, Yrsa Sigurdardóttir, Rachel Cusk, V.S. Naipaul e Sérgio Godinho, entre muitos outros.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK