2019-02-06

O lado mais íntimo de Susan Sontag

Uma vertente mais pessoal e íntima, a que os seus leitores estarão menos habituados

Partilhar:
Conhecida sobretudo através do ensaio – género que mais projeção lhe deu –, a voz de Susan Sontag revela em «Histórias» uma vertente mais pessoal e íntima, a que os seus leitores estarão menos habituados. Este livro reúne a totalidade da ficção breve que produziu, 11 textos, aqui traduzidos por Vasco Teles Menezes. Chega às livrarias a 15 de fevereiro.

Ao longo de toda a sua vida de escritora, Susan Sontag dedicou-se intermitentemente à ficção curta. Essas histórias passam pela alegoria, pela parábola e pela autobiografia, e mostram uma personalidade em confronto com problemas não assimiláveis pelo ensaio, a forma que Sontag mais praticou. Aqui ela apanha fragmentos da vida, em relance, dramatiza os seus desgostos e temores mais íntimos e deixa que as personagens se apoderem dela como e quando querem. O resultado é um conjunto de grande versatilidade e charme. E imbuído do brilhantismo que define toda a obra de Susan Sontag.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK