Você Está Aqui

Você Está Aqui

ISBN:9789897220708
Edição/reimpressão:01-2013
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000387
ver detalhes do produto
9,90€
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
9,90€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEsgotado ou não disponível.
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para a Formação de Adultos como sugestão de leitura.

Depois de Poesia Reunida, publicado em novembro de 2011, a Quetzal apresenta Você está aqui, o oitavo livro de poemas originais de João Luís Barreto Guimarães.

Dividido em duas partes - Partidas e Chegadas, sendo a primeira um conjunto de poemas fruto das impressões de uma série de viagens; e a segunda, o regresso à exploração/ observação do quotidiano e dos lugares familiares -, Você está aqui é também o balanço poético e pessoal do homem e do poeta, aos 40 anos, a procura e reafirmação do seu lugar, e do da sua poesia, no mundo.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Em JLBG, o humor é um sentido extra, um assumir do desconcerto do mundo, uma fuga em frente.»
Pedro Eiras, Colóquio/Letras

«Uma sensibilidade quase epidérmica das ocorrências da vida.»
Fernando Guimarães, Jornal de Letras

«O nome de JLBG é absolutamente central no quadro da evolução da linguagem poética portuguesa.»
António Carlos Cortez, Jornal de Letras

«... a verdade é que ele só sabe escrever ‘de dentro da vida’ e faz sempre da vida (e da escrita) uma celebração.»
José Mário Silva, Expresso

«A primeira coisa que me parece de assinalar é o espírito de jogo e de ironia (...) Depois, a densa memória cultural que parece habitar esta poesia.»
Luís Quintais, Relâmpago

«No fundo, João Luís Barreto Guimarães demarca um território onde afirma a sua voz, o seu grupo (nas dedicatórias dos poemas vão-se encontrando vários poetas), a sua estética. O primeiro passo após a reunião da poesia é um passo, seguro, na direção da consolidação do seu caminho pessoal. Daí que você está aqui é, para além de um livro de poesia, um documento de uma geração, sem revolução, mas com marca distintiva, orgulhosa, mas quiçá assombrada com o lugar onde caiu: "(…) É terrível quando cai a cor do vinho tinto / no branco puro / da toalha.»
Luís Filipe Cristovão, Revista Literária Sítio

«João Luís Barreto Guimarães é um poeta viajado, erudito, não se coibindo de o mostrar naquilo que escreve; porém a fundamental ironia que anima toda a sua poesia passa precisamente por miscigenar essa erudição com os mais banais pormenores da nossa existência, aqui e ali salpicada também com a sua experiência como médico, cirurgião plástico […]
Você está aqui é o reencontro com a luz, a luz da viagem, da partida e da chegada e, sempre, a contínua observação do que nos rodeia, imersa numa finíssima ironia, o nosso eterno retorno ao “carrossel dos dias” enquanto aguardamos que seja a nossa mala.»
Alexandra Malheiro, Revista Literária Sítio

«Ao longo dos anos, João Luís Barreto Guimarães tem vindo a afirmar-se como um dos mais consistentes poetas portugueses e o seu imaginário é uma referência incontornável para quem busca referências da nossa história e cultura. Ao mesmo tempo, há, nas suas palavras uma utilização discreta mas acutilante da ironia, o que torna a sua poesia ainda mais activa. […] Viagens por lugares, cais de olhares que ecoam a memória dos povos, este livro é um encontro com o encantamento das palavras.»
Fernando Sobral, Jornal Económico

DETALHES DO PRODUTO

Você Está Aqui
ISBN:9789897220708
Edição/reimpressão:01-2013
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000387
Idioma:Português
Dimensões:127 x 196 x 7 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:72
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
João Luís Barreto Guimarães nasceu no Porto, a 3 de junho de 1967. Poeta e tradutor, divide o seu tempo entre Leça da Palmeira e Venade. O Tempo Avança por Sílabas reúne cem poemas selecionados pelo autor, dos dez livros que publicou até ao momento. É o seu quinto livro na Quetzal, após a publicação dos primeiros sete títulos na Poesia Reunida, em 2011, Você está Aqui, em 2013, Mediterrâneo, em 2016, ao qual foi atribuído o Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa, e Nómada, em 2018. A sua obra está representada em antologias poéticas e revistas literárias de numerosos países, tendo Mediterrâneo sido publicado em espanhol.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK