Mediterrâneo

ISBN: 9789897222856
Edição/reimpressão: 03-2016
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000594
ver detalhes do produto
9,90€ I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
9,90€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Depois de Poesia Reunida, obra publicada em novembro de 2011, e de Você Está Aqui, em 2013, a Quetzal apresenta o nono livro de poemas originais de João Luís Barreto Guimarães. Esta recolha de poemas escritos entre 2012 e 2015 é uma deambulação pela história e pela cultura europeia e mediterrânica, atravessando a paisagem física e espiritual, bem como o tempo entre a Antiguidade clássica e a nossa contemporaneidade.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Mediterrâneo
ISBN: 9789897222856
Edição/reimpressão: 03-2016
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000594
Idioma: Português
Dimensões: 126 x 196 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 80
Tipo de Produto: Livro
Além de poeta e tradutor, João Luís Barreto Guimarães, que nasceu no Porto a 3 de junho de 1967, é médico, e publicou o primeiro livro de poemas em 1989. Movimento (2020) é o seu sexto título na Quetzal. Está representado em antologias e revistas literárias de Portugal, Espanha, França, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Alemanha, Áustria, Itália, Hungria, Bulgária, Roménia, Eslovénia, Croácia, Montenegro, Macedónia, México, Uruguai, República Dominicana, Estados Unidos e Brasil. Em 1992 recebeu o Prémio Criatividade Nações Unidas. Foi distinguido com o Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa e duas vezes finalista do Premio Internazionale Camaiori, tendo obtido o Prémio Livro de Poesia do Ano Bertrand. Além da Medicina, divide o seu tempo entre Leça da Palmeira e Venade (no coração da serra, perto de Caminha, Alto Minho).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK