2017-10-30

Romance-mundo, «Os Detetives Selvagens» em nova tradução | Roberto Bolaño

Romance caleidoscópico, disperso e fragmentário, Os Detetives Selvagens acolhe dezenas de personagens que atravessam a vida num permanente estado de migração e insatisfação, numa constante odisseia.

Partilhar:
Se com 2666 o autor entrou na galeria dos imortais, Os Detetives Selvagens foi o livro de culto que fez de Roberto Bolaño um fenómeno literário. 


Esta nova tradução da obra-prima que o autor chileno publicou em vida (2666 é um livro póstumo), revela-nos fielmente a essência da sua escrita. Publicado em 1998, o quinto romance de Bolaño divide-se em três partes autónomas, pelas quais circulam personagens rebeldes, em relatos descontínuos. 

Romance caleidoscópico, disperso e fragmentário, Os Detetives Selvagens acolhe dezenas de personagens que atravessam a vida num permanente estado de migração e insatisfação, numa constante odisseia. Há muito aguardada, esta nova tradução de Os Detetives Selvagens faz parte do destaque que a Quetzal Editores tem estado a dar ao autor ao longo de 2017 (o ano Bolaño).

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK