2019-06-06

Paul Theroux e Michel Onfray à conquista do mundo

Dois novos títulos da Terra Incognita chegam amanhã às livrarias. Ao estreante Michel Onfray – estreante na coleção Terra Incognita, bem entendido – junta-se o já repetente Paul Theroux, que, desta feita, depois de O Grande Bazar Ferroviário, nos leva do Cairo à Cidade do Cabo, no inesquecível Viagem por África. Uma jornada não menos arrebatadora do que o livro Teoria da Viagem, de Michel Onfray, um dos intelectuais franceses mais prolíficos, heterodoxos e mediatizados.

Partilhar:
Considerado um dos melhores livros de viagens de sempre, Viagem por África leva Paul Theroux do Cairo à Cidade do Cabo, atravessando o Sudão, a Etiópia, o Quénia e a Tanzânia, o Uganda e o Malawi (países onde viveu na juventude), Moçambique e o Zimbabué. Viaja em camiões de gado, jipes, canoas, autocarros ou comboios, em cenários deslumbrantes ou atalhos perigosos, através de caminhos solitários onde a beleza parece ter a sua origem, ou de cidades onde o perigo espreita na escuridão.

Teoria da Viagem, de Michel Onfray, é um ensaio sobre a viagem e sobre o viajante, e o desejo deste na procura do mundo. Qual é a origem do desejo de viajar? Por que razão nos sentimos mais nómadas ou mais sedentários? Porque somos impelidos para o movimento constante, a deslocação – ou amamos o imobilismo e as raízes? «Basta sentirmo-nos nómadas uma vez para sabermos que voltaremos a partir, que a última viagem não será a derradeira», escreve o autor.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK