Bíblia - Volume I

Bíblia - Volume I

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Prémio Pessoa 2016
ISBN:9789897223235
Edição/reimpressão:09-2016
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000634
ver detalhes do produto
19,90€
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
19,90€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Nova tradução em seis volumes. Tradução do Grego, apresentação, notas e comentários de Frederico Lourenço. Uma nova tradução da Bíblia, na sua forma mais completa - a partir da Bíblia Grega, ou seja, contendo o Novo Testamento e todos os livros do Antigo Testamento. Em suma, a presente tradução dará a ler os 27 livros do Novo Testamento e os 53 do Antigo Testamento grego (em lugar dos 39 do cânone protestante, ou dos 46 do cânone católico). Será, assim, a Bíblia mais completa que jamais existiu em português, apresentada pelo mais importante e rigoroso dos tradutores do Grego clássico, Frederico Lourenço. A chamada Bíblia Grega é a versão mais importante do «Livro dos Livros».

Além de se tratar de uma nova e mais rigorosa tradução do original grego (sem preconceitos ou fins religiosos - o que nos leva, em algumas passagens, a sublinhar diferenças em relação às versões hoje mais correntes), Frederico Lourenço eleva o texto bíblico a uma condição literária que até hoje este nunca teve em português, incluindo notas que esclarecem e contextualizam o texto original. Volume I Novo Testamento: Evangelhos [Mateus, Marcos, Lucas e João] O texto dos quatro Evangelhos canónicos (Mateus, Marcos, Lucas e João) readquire, nesta tradução, uma beleza arrepiante, um ritmo que enleva o leitor e o transporta até à biografia e obras de Cristo.

A singularidade da escrita de Lucas e João aparece finalmente visível em português, quase como se se tratasse da reinvenção do romance moderno. Nunca o texto bíblico foi tão belo na nossa língua.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

A Bíblia em Galego no dialeto português, assim é que é.
Roberto Moreno |2016-09-21
Segundo o conceituado historiador Alexandre Herculano em 1874, disse: "A Galiza deu-nos população e língua, e o português não é senão o dialeto galego civilizado e aperfeiçoado” Diante desta declaração entre outras (D. Dinis, Humberto Eco ... ) e, no âmbito deste relançamento histórico, da Bíblia em “português”, sugiro que se levante esta questão, ocultada desde 1214 (data do Testamento de D. Afonso II, em “português”) sobre a verdadeira língua de Portugal e nos restantes países da autoproclamada - língua "portuguesa". Já agora, um pouquinho de história Real e cientificamente comprovada: D. Dinis, sexto rei de Portugal, em 1296, por decreto, instituí o português na Chancelaria Real, na redação das leis, nos notários e na poesia, eliminando a palavra Galego, por razões socioculturais e geopolíticas. - Adotou uma língua própria para o reino, tal como o seu avô, espanhol, D. Afonso X, fizera com o castelhano a partir de 1252, também eliminando a palavra Galego, pelas mesmas razões, geopolíticas (embora, ambos continuassem a utilizar o Galego em suas poesias). - Portanto, como reza a história e, diante dos fatos (factos) - A dita língua "portuguesa" foi criada por Decreto, e, o Galego foi sumariamente banido, ocultado e torturado durante 8 séculos, para já não falar há mais de 2 mil anos, quando se mesclou com o Latim, dando origem ao Galego-latinizado (conhecido como latim vulgar) e que se fala hoje, principalmente no Brasil e em Portugal, nos seus dois dialetos, o português e o brasileiro. Estou à disposição para maiores detalhes sobre este Tema e que é motivo de uma Palestra da Fundação Geolíngua, a quem tiver interesse em História, a sério. Geolingua no wordpress - https://geolingua.wordpress.com/

DETALHES DO PRODUTO

Bíblia - Volume I
ISBN:9789897223235
Edição/reimpressão:09-2016
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000634
Idioma:Português
Dimensões:157 x 239 x 39 mm
Encadernação:Capa dura
Páginas:424
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Religião e Moral > Estudos Bíblicos
Ficcionista, ensaísta, poeta, tradutor, Frederico Lourenço nasceu em Lisboa, em 1963, e é atualmente professor na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (depois de vinte anos na Universidade de Lisboa, onde se doutorou com uma tese sobre Eurípides). Traduziu a Ilíada e a Odisseia de Homero, bem como um volume de poesia grega, duas tragédias de Eurípides ou peças de Schiller e Arthur Schnitzler.

No domínio da ficção é autor da trilogia Pode Um Desejo Imenso (que inclui também, além do título homónimo, os romances O Curso das Estrelas e À Beira do Mundo), bem como de A Formosa Pintura do Mundo, Amar Não Acaba e A Máquina do Arcanjo, ou do volume autobiográfico O Lugar Supraceleste. Publicou ensaios como O Livro Aberto: Leituras da Bíblia, Grécia Revisitada, Estética da Dança Clássica ou Novos Ensaios Helénicos e Alemães, e livros de poemas como Santo Asinha e Outros Poemas e Clara Suspeita de Luz. Entre outros, recebeu os prémios PEN Clube (2002), D. Diniz da Casa de Mateus (2003), Grande Prémio de Tradução (2003), Prémio Europa David Mourão-Ferreira (2006) e Prémio Pessoa (2016).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK