Somos o Esquecimento que Seremos

A biografia amorosa de um pai excepcional. As recordações de família. Um livro de grande coragem.
ISBN: 9789725649046
Edição/reimpressão: 09-2010
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000003
Coleção: Américas
ver detalhes do produto
10,00€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
10,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Esgotado ou não disponível.
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Reconstrução amorosa e paciente de uma personagem: a do médico Hector Abad Gómez que dedicou a sua vida - até ao dia em que foi assassinado em pleno centro de Medellín - à defesa da igualdade social e dos direitos humanos. É um livro cheio de sorrisos que canta o prazer de viver, mas também mostra a tristeza e a raiva causadas pela morte de um ser excepcional. Conjurar a figura de um pai é um desafio que percorre consagradas páginas da história e da literatura. Quem não se lembra das obras de Kafka, Philip Roth, Martin Amis ou V. S. Naipul? A partir de agora também será difícil esquecer este livro escrito com coragem e ternura.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«O que vou lendo de Héctor Abad vai sendo gravado por mim como migalhas de pão muito esféricas, polidas, para quando tiver de atravessar um grande bosque na noite.»
Manuel Rivas

«Um livro tremendo e necessário, de uma coragem e honestidade arrasadoras. Por vezes, perguntei-me como é que terá tido a valentia de o escrever.»
Javier Cercas, El País

«Um livro belo, autêntico e comovente.»
Rosa Montero

DETALHES DO PRODUTO

Somos o Esquecimento que Seremos
ISBN: 9789725649046
Edição/reimpressão: 09-2010
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000003
Coleção: Américas
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 228 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 336
Tipo de Produto: Livro
Héctor Abad Faciolince nasceu em Medellín, na Colômbia, onde também realizou os seus estudos - todos inacabados - de medicina, filosofia e jornalismo. Após a sua expulsão da Universidade Pontifícia Boliviana (por causa de um artigo irreverente contra o Papa), viajou para a Itália, onde se licenciou em Literaturas Modernas. Regressou à Colômbia em 1987. Nesse ano, depois de os paramilitares assassinarem o seu pai, foi alvo de várias ameaças de morte e refugiou-se novamente na Itália. Publicou quatro romances, entre os quais Basura, que lhe valeu o Primeiro Prémio de Narrativa Inovadora da Casa da América de Madrid. A sua obra está traduzida para o inglês, o alemão, o grego e o português.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK