O Rebate

O Rebate

ISBN: 9789897220050
Edição/reimpressão: 04-2012
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000319
ver detalhes do produto
14,39€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
14,39€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Numa aldeia de Trás-os-Montes a chegada de um dos seus filhos emigrados para França, que vem endinheirado e casado com uma francesa provoca um verdadeiro cataclismo. Em França o Valadares, trabalhando na terra como um mouro, é premiado com a fortuna do patrão desde que case com a filha — moça doidivanas e descontrolada. Valadares e a mulher vêm a Portugal quando das tradicionais festas da aldeia. A partir deste momento a perturbação causada pelo comportamento de ambos — ele, através do dinheiro, buscando uma ingénua e primitiva glória no seu burgo; ela, usando a sedução e a provocação erótica na fauna masculina aldeã — desencadeia um rol de acontecimentos desgraçados que o rebate final expressa eloquentemente.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«(...) a paisagem existe com fauna, flora e tudo. É a que decorre das suas próprias gentes como penedos que rebolam num cataclismo através dos precipícios das montanhas. (...) Você fez um grande livro!»
Joaquim Novais Teixeira

«O Rebate pouco deixa em pé da visão idílica da vida da aldeia. Ódio, inveja, pobreza, vinho, putaria – nenhum dos personagens se salva, mesmo os sonhos morrem. Um doloroso romance que mostra um outro Portugal que (infelizmente) também existe... Uma obra prima.»
de Volkskrant

«Um impressionante romance de fracasso, desilusão e desespero.»

NRC-Handelsblad.

DETALHES DO PRODUTO

O Rebate
ISBN: 9789897220050
Edição/reimpressão: 04-2012
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000319
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 233 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 168
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Livros > Literatura > Romance
De ascendência transmontana, nasceu em 1930 em Vila Nova de Gaia. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo e Paris. Em 1956 passou a viver em Amesterdão, e foi professor de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1988. Dedica-se desde então exclusivamente à escrita e a uma vasta colaboração em jornais portugueses, brasileiros, belgas e holandeses, além de várias revistas. Escreveu romances (entre eles Ernestina, Montedor, O Rebate, A Sétima Onda, A Amante Holandesa ou O Meças), contos, diário (Tempo Contado, Grande Prémio de Crónica da APE, 2012), crónica (Mazagran, 1992, Grande Prémio de Crónica da APE, 2013) ou ensaios. Vive entre Amesterdão e Estevais (Mogadouro).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK