Babilónia

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Prémio Renaudot 2016
Formatos disponíveis
15,50€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,50€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Babilónia aqui (como no salmo) é o tempo presente, lugar ou momento de perda, distante de um passado ideal.
Tudo começa com uma festa de primavera em casa de Elisabeth e Pierre. Os convidados são sobretudo casais de meia-idade e, de entre eles, os vizinhos de cima formam o mais singular: o homem, Jean-Lino, de ascendência italiana e judaica, é uma pessoa comum, tímida, que conversa frequentemente com a vizinha de baixo; a mulher, Lydie, é uma figura exuberante que canta jazz num bar e é terapeuta em variadíssimas disciplinas new-age. Ainda que tão diferentes, parecem ser um casal relativamente equilibrado e feliz. A noite avança e com ela a festa, bem como a nossa observação dos convivas e seus comportamentos, acentuados pelo álcool, pelo desejo ou pela ocasião social.

De madrugada, muito depois de a festa acabar, Jean-Lino acorda os vizinhos de baixo e anuncia-lhes o que aconteceu.
Podemos dizer que toda a obra de Yasmina Reza (dramatúrgica e ficcional) é uma tentativa de resgatar a existência humana da sua pequenez e insignificância, da solidão e do abandono, da sua falta de sentido. E, enquanto nos faz observar (quase radiograficamente) os outros, faz-nos ver como somos e rir de nós próprios.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Um romance brilhante, a preto-e-branco.»
L'Obs

«Pela sua profundidade e malícia, será um sucesso retumbante.»
Le Parisien

«Yasmina Reza, o inspetor festivo. A dramaturga escolhe o registo policial para levar a cabo uma investigação, a um tempo cómica e profunda, sobre o sentido da nossa vida.»
Le Monde

«Uma festa burguesa transforma-se em drama. Uma variação sarcástica sobre a solidão, o casamento e o abandono.»
Télérama

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Imprevisível e cativante
Lina Manso | 2020-03-13
A autora de "O Deus da Carnificina" não me desiludiu com esta obra posterior, onde mais uma vez expõe o lado obscuro da natureza humana. O casamento, a solidão e o envelhecimento são temas fundamentais desta história inicialmente tão mundana, que de um momento para o outro se transforma num caso de polícia. Gostei, é um livro imprevisível e cativante.
Brilhante
Mónica Salvado - Livraria Vasco da Gama | 2020-02-18
Elisabeth, uma senhora casada aborrecida com vida, sofre com a perda recente da mãe e com a síndroma de ninho vazio, porque o filho acabou de sair de casa. Resolve então organizar um jantar, convidando amigos e vizinhos, entre eles, os dois vizinhos de cima, personagens bastante pitorescas. Segue o jantar regado a álcool, as conversas fluem, as saudades de um passado que já foi, tudo parece correr às mil maravilhas. Quando Elisabeth e Pierre se preparam para deitar, alguém bate à porta insistentemente. Quem é? É o vizinho de cima com uma revelação chocante, que vai dar a volta à vida de Elisabeth, fazendo com que a vida desta senhora deixe de ser aborrecida. Yasmine Reza com as suas histórias faz-nos pensar que às vezes é preferível termos uma vida pacata, do que levar com certos abanões. Ela começa a narrativa com um ritmo lento e pacífico e de repente faz-nos mergulhar num frenesim de emoções.

DETALHES DO PRODUTO

Babilónia
ISBN: 9789897224041
Edição/reimpressão: 06-2018
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000735
Idioma: Português
Dimensões: 148 x 234 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 176
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Romance

sobre Yasmina Reza

Yasmina Reza é dramaturga, argumentista, atriz e romancista, e uma das figuras mais conhecidas das artes do palco francesas. Felizes os Felizes, o seu primeiro livro de ficção publicado em Portugal (Quetzal, 2014), foi galardoado em França com diversos prémios literários, entre eles o Prémio Literário Le Monde 2013 e o Grande Prémio Marie Claire do Romance. Babilónia (Quetzal, 2018) foi distinguido com o Prémio Renaudot 2016. Outros prémios e distinções: Prémio Molière (que ganhou por quatro vezes); Prémio Laurence Olivier (duas vezes) e Tony (duas vezes). O Meu Irmão Serge é o seu mais recente romance.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK