As Mulheres Deviam Vir Com Livro de Instruções

ISBN: 9789897220982
Edição/reimpressão: 05-2013
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000411
ver detalhes do produto
10,00€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
10,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 5 dias úteis
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Canalizador, carpinteiro, pedreiro, pintor e mecânico-de-pequenos-electrodomésticos, Madureira é casado com duas mulheres e tem seis filhos. Na condição de faz-tudo conhece Maria Rosa, uma rapariga humilde que, após uma passagem atribulada pelas páginas policiais dos jornais, circula entre o submundo e a burguesia do Porto do final dos anos 1990. Transforma-se, assim, num espectador privilegiado (e mordaz) dos vícios sociais e do universo feminino, concluindo que as mulheres deviam vir com livro de instruções, mas também que o mundo todo necessitaria de ser deixado longe do alcance das crianças.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«O livro só corre o risco (por enquanto) de ser lido por homens e mulheres com o mesmo entusiasmo.»
Público

«Mais do que um título politicamente incorreto em tempos de feminismo, esta é a quarta obra de um escritor que, de forma ágil e divertida, descreve um Porto insuspeito.»
Diário de Notícias

«Uma obra com outro título imaginativo, que serve de condimento acrescido à sua prosa ágil e inteligente.»
Jornal de Notícias

«Um caso seríssimo espraiado em 141 páginas de barafundas, apimentadas por um humor fino e inteligente, com escrita dúctil, vibrante e coloquial. Uma comédia de costumes, regozijo para os leitores, homens e mulheres.»
Kaminhos, magazine digital

DETALHES DO PRODUTO

As Mulheres Deviam Vir Com Livro de Instruções
ISBN: 9789897220982
Edição/reimpressão: 05-2013
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000411
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 234 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 152
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Romance
Manuel Jorge Marmelo nasceu em 1971, na cidade do Porto.
Estreou-se na literatura em 1996 e publicou, de então para cá, em Portugal e não só, romances, crónicas, contos e livros infantis, destacando-se os romances Uma Mentira Mil Vezes Repetida, editado em 2011, que conquistou o prestigiado Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d'Escritas 2014; Macaco Infinito, de 2016; Somos Todos Um Bocado Ciganos, de 2012; e o livro O Silêncio de um Homem Só, distinguido em 2005 com o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco. O romance O Tempo Morto É Um Bom Lugar, de 2014, foi um dos três finalistas do Livro do Ano da Time Out Lisboa.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK