A Mãe Que Chovia
r

A Mãe Que Chovia

ISBN:9789897220074
Edição/reimpressão:04-2012
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000332
ver detalhes do produto
13,30€
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
13,30€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEsgotado ou não disponível.
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.

O protagonista do primeiro livro infantil de José Luís Peixoto é filho da chuva. Com uma mãe tão original, tão necessária a todos, tem de aprender a partilhar com o mundo aquilo que lhe é mais importante: o amor materno. Através de uma ternura invulgar, de poesia e de uma simplicidade desarmante, este livro homenageia e exalta uma das forças mais poderosas da natureza: o amor incondicional das mães.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

A Mãe Que Chovia
ISBN:9789897220074
Edição/reimpressão:04-2012
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000332
Idioma:Português
Dimensões:201 x 205 x 10 mm
Encadernação:Capa dura
Páginas:64
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Livros Infantis de Ficção > Plano Nacional de Leitura > 7.º ano > Leitura Autónoma > 8.º ano > Leitura Autónoma > 9.º ano > Leitura Autónoma
José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974.
É um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras.
Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance Nenhum Olhar. Em 2007, Cemitério de Pianos recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com Livro, venceu o prémio Libro d'Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu publicado no ano anterior, e em 2016 recebeu, no Brasil, o Prémio Oeanos com Galveias. As suas obras foram ainda finalistas de prémios internacionais como o Femina (França), Impac Dublin (Irlanda) ou o Portugal Telecom (Brasil). Na poesia, o livro Gaveta de Papéis recebeu o Prémio Daniel Faria e A Criança em Ruínas recebeu o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012, publicou Dentro do Segredo, Uma viagem na Coreia do Norte, a sua primeira incursão na literatura de viagens. Os seus romances estão traduzidos em mais de vinte idiomas.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK