A Ira de Deus sobre a Europa

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 9789897223389
Edição/reimpressão: 11-2016
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000644
ver detalhes do produto
17,70€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
17,70€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Ao longo de um livro profundamente pessoal e intimista, J. Rentes de Carvalho recorda a Europa de há cinquenta anos, quando chegou aos Países Baixos, e confronta-se com a Europa de hoje - o hedonismo absoluto, a ausência de ideais, a mansidão de um «comportamento bonzinho» diante dos seus inimigos declarados (como o Islão), o «politicamente correto» que amordaça o debate e corrói a vida real, a decadência da educação de hoje (que dá prioridade aos jogos de computador, às amizades e aos likes do Facebook), a existência de uma União Europeia dominada por uma burocracia não eleita, uma universidade entregue à banalidades. Um testemunho vibrante, polémico, inesperado do autor de Com os Holandeses.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Minha opinião sobre livro A Ira de Deus sobre a Europa
André Gomes - Livraria Açores 43 | 2017-01-23
José Rentes de Carvalho nasceu em 1930, em Vila Nova de Gaia. O livro consiste num testemunho vibrante, polémico e inesperado,que recorda a Europa de há 50 anos com o confronto e debate com as grandes questões que colocam em perigo a Europa dos nossos dias. Envolvendo o leitor no seu na sua escrita.

DETALHES DO PRODUTO

A Ira de Deus sobre a Europa
ISBN: 9789897223389
Edição/reimpressão: 11-2016
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000644
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 234 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 248
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Livros > Literatura > Outras Formas Literárias
De ascendência transmontana, nasceu em 1930 em Vila Nova de Gaia. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo e Paris. Em 1956 passou a viver em Amesterdão, e foi professor de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1988. Dedica-se desde então exclusivamente à escrita e a uma vasta colaboração em jornais portugueses, brasileiros, belgas e holandeses, além de várias revistas. Escreveu romances (entre eles Ernestina, Montedor, O Rebate, A Sétima Onda, A Amante Holandesa ou O Meças), contos, diário (Tempo Contado, Grande Prémio de Crónica da APE, 2012), crónica (Mazagran, 1992, Grande Prémio de Crónica da APE, 2013) ou ensaios. Vive entre Amesterdão e Estevais (Mogadouro).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK