A Amante Holandesa

A Amante Holandesa

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 9789725649664
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000114
ver detalhes do produto
15,50€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,50€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Ao deixar a sua remota aldeia transmontana para ser estivador no porto de Amsterdão, Amadeu, o Gato estava longe de imaginar a aventura que viria a ter — uma aventura fugaz e fatal com uma bela mulher estrangeira e rica.
Décadas volvidas e de novo na sua terra, reencontra um amigo de infância. Para lá da meia-idade, os dois redescobrem o prazer de caminharem juntos e conversar sobre o passado. Porém, o Gato, que vive do pastoreio e da contemplação de memórias, não faz ideia do efeito que o seu relato amoroso vai ter no amigo — cuja existência se resume a um casamento gasto, uma carreira mediana a chegar ao fim e ao sentimento de que falhou em tudo na vida. As consequências serão nefastas.
Fria, indiferente, meiga, desenfreada na cama, A Amante Holandesa vai magoá-los, dar-lhes a ilusão de que o amor existe, e aniquilá-los.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Ir ficando
Henrique Fialho - Livreiro Bertrand La Vie Caldas da Rainha | 2017-03-16
Em boa hora resolveu a Quetzal reeditar alguns dos títulos de J. Rentes de Carvalho, autor de romances que escapam aos clichés urbano-deprimentes de tanta literatura portuguesa. Com uma escrita escorreita e ágil, onde tudo parece ligeiro sem que nada seja superficial, "A Amante Holandesa" oferece-nos a história de um indivíduo em estado de crise. Não é um fracassado, mas as suas reflexões denotam um tom resignado e submisso. Não sendo unicamente sobre a velhice, este é um romance onde a velhice aparece retratada nas múltiplas dimensões da vida humana. Mas também pode ser uma parábola da nação. Repare-se que à ousadia daqueles que partiram, J. Rentes de Carvalho contrapõe o amorfismo daqueles que foram ficando. O gerúndio é pertinente, pois mais que ficarem, eles foram apenas ficando. Foram ficando não por ser essa a sua vontade, mas por ter sido esse o resultado da inacção.

DETALHES DO PRODUTO

A Amante Holandesa
ISBN: 9789725649664
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000114
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 233 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 232
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Romance
De ascendência transmontana, nasceu em 1930 em Vila Nova de Gaia. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo e Paris. Em 1956 passou a viver em Amesterdão, e foi professor de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1988. Dedica-se desde então exclusivamente à escrita e a uma vasta colaboração em jornais portugueses, brasileiros, belgas e holandeses, além de várias revistas. Escreveu romances (entre eles Ernestina, Montedor, O Rebate, A Sétima Onda, A Amante Holandesa ou O Meças), contos, diário (Tempo Contado, Grande Prémio de Crónica da APE, 2012), crónica (Mazagran, 1992, Grande Prémio de Crónica da APE, 2013) ou ensaios. Vive entre Amesterdão e Estevais (Mogadouro).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK