Um Tambor Diferente

Formatos disponíveis
17,70€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
17,70€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 5 dias úteis
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Um autor «esquecido» comparável a Faulkner. Uma história de coragem, de independência - e um emblema da luta pela dignidade humana.

Um dia, Tucker Caliban, descendente de um lendário escravo rebelde, abandona simplesmente as suas terras - não sem antes salgar os campos, abater o cavalo e a vaca e incendiar a própria casa. Parte para o Norte, com a mulher grávida e o filho pequeno, dando, com este gesto, origem a um inesperado êxodo de toda a população negra do estado. Este episódio de desobediência não violenta - que decorre num estado segregado (ficcional) do Sul dos Estados Unidos no fim dos anos 50 - é contado pelas testemunhas brancas, totalmente estupefactas e impotentes.

A trama constrói-se em torno da história dos Willsons, um clã de proprietários de escravos no passado, cujo último herdeiro, David Willson, vendeu uma parcela da antiga plantação ao criado, Tucker Caliban: ou seja, as terras em que os pais e avós deste viveram em escravidão.

Publicado pela primeira vez em 1962 e redescoberto em 2018, o icónico romance que William Melvin Kelley escreveu com apenas vinte e quatro anos catapultou o seu autor para a galeria dos grandes clássicos americanos. A revista The New Yorker referiu-se-lhe como «o gigante perdido da literatura americana».
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«O gigante perdido da literatura americana.»
The New Yorker

«O senhor Kelley combinou fantasia e factos para construir um mundo alternativo, cujo alcance e complexidade suscitou comparações a James Joyce e William Faulkner».
The New York Times

«Brilhante.»
The New Yorker

«Soberbamente escrito. Um trabalho belíssimo.»
Kirkus Reviews

«Uma obra-prima.»
Public Books

«Sessenta anos depois, a história de Kelley continua oportuna e urgente. Redescobri-la é uma dádiva para a literatura.»
The Guardian

«Um grande escritor, subtil e empático, a quem nada do que é humano – branco ou negro – é estranho. E um intelectual de espírito agudo que mostra o hiato entre os movimentos de libertação levados a cabo pelos negros instruídos e as ações espontâneas vindas do povo.»
Le Nouveau Magazine Littéraire

«A obra-prima esquecida da literatura afro-americana.»
Transfuge

«Uma fábula política. Seriam precisos mais de cinquenta anos para que o “gigante perdido da literatura americana” fosse reeditado. Uma pepita.»
Rolling Stone

«O tema é assustadoramente atual.»
MDR Kultur

«Quando foi publicado em 1962, o livro de estreia do afro-americano William Melvin Kelley caiu como um raio na cena literária de então. O jovem de 24 anos foi comparado a Faulkner, Isaac Bashevis Singer e James Baldwin, e o The New York Times considerou-o um dos autores negros mais talentosos da sua geração.»
Sächsische Zeitung

DETALHES DO PRODUTO

Um Tambor Diferente
ISBN: 9789897226052
Edição/reimpressão: 01-2021
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000958
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 234 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 272
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Romance
Nascido em Nova Iorque em 1937, William Melvin Kelley foi um escritor afroamericano que ficou conhecido pelas suas explorações satíricas das relações rácicas na América. Tinha apenas 24 anos quando o seu romance de estreia, A Different Drummer, foi publicado em 1962, suscitando junto da crítica comparações com William Faulkner e James Baldwin. Melvin Kelley foi membro do Black Arts Movement, e entrou oficialmente para o Oxford English Dictionary, em 2014, por ter cunhado o termo político «woke» (em português, algo como «acordado», «desperto»). Romancista e contista, autor de Dunfords Travels Everywheres e Dancers on the Shore, entre outros títulos, foi professor de escrita criativa em várias universidades americanas. Viveu em Paris, Roma e na Jamaica. Em 2008 recebeu o Prémio Anisfield-Wolf Book Award for Lifetime Achievement. O seu primeiro romance, que agora se publica em Portugal com o título Um Tambor Diferente, está a ser traduzido e reeditado em todo o mundo. William Melvin Kelley morreu em fevereiro de 2017, em Nova Iorque.
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK