Os Papeis de Rachel

Os Papeis de Rachel

ISBN:9789725648957
Edição/reimpressão:09-2010
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000134
Coleção:Serpente Emplumada
ver detalhes do produto
7,50€I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
7,50€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEnvio até 4 dias
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Quando publicou o seu primeiro romance, Martin Amis tinha 24 anos. Em Os Papéis de Rachel, Charles Highway é o jovem precoce, inteligente e altamente sexuado, que lida com raparigas como o faz com a literatura — de forma sistemática. Enche pastas e pastas com observações, estudos e outras maneiras de levar mulheres para a cama.
O livro de estreia de Amis pode funcionar como um contraponto da sua mais recente obra, a Viúva Grávida (publicado pela Quetzal), em que se rememoram e dissecam os costumes (leia-se, os comportamentos sexuais) dos anos que iniciaram a década de 1970, à distância e com o desassombro de uma idade avançada. Acolhido pela crítica com grande entusiasmo, Os Papéis de Rachel introduz temas e personagens que vão perpassar toda a ficção de Martin Amis e revela já, tão prematuramente, o génio e o brilhantismo da sua prosa.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Amis tem uma visão impiedosa, e hilariante da juventude.»
The New Yorker

«Um livro verdadeiramente divertido e sexy.»
New York

DETALHES DO PRODUTO

Os Papeis de Rachel
ISBN:9789725648957
Edição/reimpressão:09-2010
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000134
Coleção:Serpente Emplumada
Idioma:Português
Dimensões:149 x 232 x 19 mm
Encadernação:Capa mole
Tipo de Produto:Livro
Martin Amis é um dos autores britânicos mais importantes da atualidade. Nasceu no sul do País de Gales em 1940, filho de Kingsley Amis.
A matéria-prima dos seus romances radica no absurdo da condição pós-moderna e nos excessos do capitalismo tardio das sociedades ocidentais; e o seu inconfundível estilo (identificável mesmo antes de chegar ao primeiro ponto final) é compulsivo e terrivelmente vívido.
Saul Bellow, Vladimir Nabokov e James Joyce são as suas grandes referências literárias. Por outro lado, influenciou uma nova geração de romancistas, como Wiil Self ou Zadie Smith.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK