Não Há Tantos Homens Ricos como Mulheres Bonitas Que os Mereçam

Não Há Tantos Homens Ricos como Mulheres Bonitas Que os Mereçam

Formatos disponíveis
18,80€
15,04€
-20%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
18,80€
15,04€
COMPRAR
I20% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Uma resposta contemporânea aos romances e às heroínas de Jane Austen.
Helena Vasconcelos é uma profunda conhecedora da obra de Jane Austen e, neste seu primeiro romance, põe em contraponto o universo da escritora inglesa de oitocentos e o da heroína contemporânea, Ana Teresa DeWelt, jovem mulher do século XXI, que procura a felicidade, estudando incessantemente os seus indícios e ensinamentos, ainda que velados, na prosa austeniana. O papel das jovens adultas na sociedade do fim do século XVIII e início do século XIX (com os seus ritos, costumes, valores e preconceitos) não é certamente o mesmo nos dias de hoje. Muitas coisas mudaram nas sociedades e na maneira como valorizam, ou não, a mulher, mas nem tudo mudou.

Este divertido romance, cujo título foi retirado de Sensibilidade e Bom Senso, é também uma sátira de costumes e cumpre a «agenda» dos livros de Austen: debaixo da aparência de normalidade e conformidade com as regras (também literárias), observa e critica com ironia e subtileza, os meandros da família, da amizade, do interesse material, do desejo e do amor.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Não Há Tantos Homens Ricos como Mulheres Bonitas Que os Mereçam
ISBN:9789897222764
Edição/reimpressão:02-2016
Editor:Quetzal Editores
Código:000068000586
Coleção:Língua Comum
Idioma:Português
Dimensões:149 x 233 x 21 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:312
Tipo de Produto:Livro
Nasceu em Lisboa em 1949. É crítica literária e colaboradora do jornal Público. Dedica-se à promoção da leitura em colaboração com bibliotecas, universidades e Fundações. Ganhou o Prémio Revelação do Centro Nacional de Cultura com o livro de contos Não Há Horas para Nada (ed. Relógio D'Água). Da sua obra constam, ainda, os seguintes títulos: monografia dedicada a Mário Eloy, (ed. Caminho), A Infância é um Território Desconhecido (Ensaio), Humilhação e Glória (Ensaio).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK