Mão Morta

Mão Morta

ISBN: 9789725649121
Edição/reimpressão: 03-2011
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000165
ver detalhes do produto
14,39€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
14,39€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

O escritor de viagens com um bloqueio criativo; o pedido de ajuda que chega por carta; o jovem indiano que acorda no hotel com um cadáver ao lado; a remetente da carta, a enigmatica viúva rica Senhora Unger; Calcutá, na sua atmosfera pungente, saturada de humidade e cheia de labirintos decadentes. E uma mão morta.
O mais recente romance de Paul Theroux apresenta uma pleiade de personagens ricamente desenhadas, num caso de difícil resolução. É um fresco da Índia moderna um thriller, um devaneio erótico e uma reflexão sobre a idade e a perda da energia criativa.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Uma estranha história de amor, um bizarro fascínio e um retrato vívido da Índia — bela, misteriosa e assustadora.»
The Washington Post

«Theroux usou a sua percepção de escritor de viagens e a sua imaginação de ficcionista para escrever um livro tenso, perturbante, cómico e arrepiante.»
San Francisco Chronicle

DETALHES DO PRODUTO

Mão Morta
ISBN: 9789725649121
Edição/reimpressão: 03-2011
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000165
Idioma: Português
Dimensões: 148 x 233 x 25 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 360
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Romance

sobre Paul Theroux

Paul Theroux nasceu em Medford, no Massachusetts, em 1941. O pai era franco-canadiano e a mãe italiana, e Paul era um dos sete irmãos. Frequentou as Universidades do Maine e, posteriormente, do Massachusetts. O curso de Escrita Criativa que realizou com o poeta Joseph Langland fê-lo descobrir que escrever era o que queria fazer na vida. Viveu em Itália, onde foi leitor; no Malawi, onde também ensinou e esteve envolvido no golpe de Estado que tentou depor o então presidente-ditador; em Singapura e no Uganda, onde deu aulas de Inglês e não só conheceu a sua futura mulher como também encontrou, pela primeira vez, V.S. Naipaul (que viria a ser seu grande amigo e mentor). Paul Theroux vive atualmente entre Cape Cod e o Havai.
A par das colaborações regulares que manteve ao longo dos anos com as revistas Playboy, Esquire e Atlantic Monthly, escreveu dezenas de romances (alguns adaptados ao cinema), ensaios e alguns dos melhores livros de viagens de sempre, como O Velho Expresso da Patagónia, Comboio Fantasma para o Oriente e O Grande Bazar Ferroviário, todos publicados pela Quetzal.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK