A Vida no Céu

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponíveis
16,60€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
16,60€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Esgotado ou não disponível.
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

A Vida no Céu é um romance distópico, num futuro que se segue ao Grande Desastre, e em que o Mundo deixou de ser onde e como o conhecemos. Encontrando-se o globo terrestre inteiramente coberto por água, e a temperatura, à superfície, intolerável, restou ao Homem subir aos céus. Mas essa ascensão é literal (não é alusiva ou simbólica): a Humanidade, reduzida agora a um par de milhões de pessoas, habita aldeias suspensas e cidades flutuantes - dirigíveis gigantescos denominados Tóquio, Xangai ou São Paulo -, e os mais pobres navegam o ar em pequenas balsas rudimentares. Carlos Benjamim Moco é o narrador da história. Tem 16 anos e nasceu numa aldeia, Luanda, que junta mais de cem balsas. O desaparecimento do pai fará com que Benjamim decida partir à sua procura.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

A imaginação e a esperança de Agualusa
Fábio Ventura - Livreiro da Bertrand de Portimão | 2017-03-13
Um registo diferente de Agualusa, agora retratando um mundo distópico em que, depois do Dilúvio, os ricos vão viver para o céu em dirigíveis e os pobres em balões. Seguimos a historia de Carlos, um menino que parte da sua aldeia em busca do pai desaparecido numa tempestade. Aventura, amizade e esperança são as palavras de ordem numa saga com vários paralelismos com os dias de hoje.

DETALHES DO PRODUTO

A Vida no Céu
ISBN: 9789897221101
Edição/reimpressão: 06-2013
Editor: Quetzal Editores
Código: 000068000415
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 233 x 15 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 186
Tipo de Produto: Livro
José Eduardo Agualusa nasceu na cidade do Huambo, em Angola, em dezembro de 1960. Estudou Agronomia e Silvicultura. Viveu em Lisboa, Luanda, Rio de Janeiro, Berlim — e, atualmente, divide o seu tempo entre Lisboa e a Ilha de Moçambique. É romancista, contista, cronista e autor de literatura infantil. Os seus romances têm sido distinguidos com os mais prestigiados prémios nacionais e estrangeiros; O Vendedor de Passados ganhou o Independent Foreign Fiction Prize, em 2004, e Teoria Geral do Esquecimento foi finalista do Man Booker International, em 2016, e vencedor do International Dublin Literary Award (antigo Impac Dublin). Toda a sua obra literária está publicada na Quetzal.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK