2020-03-12

Um homem à procura da sua própria história.

Sementes Mágicas dá seguimento a Metade da Vida. Dois romances do vencedor do Prémio Nobel de Literatura, V. S. Naipaul, que acompanham a vida e as angústias de Willie Chandran, um homem de identidade incerta que, apesar dos seus quarenta e cinco anos, não deixa de sentir-se fora da sua própria história. Traduzido por Maria João Lourenço, Sementes Mágicas chega às livrarias a 20 de março. 

Partilhar:

Willie Chandran tem atrás de si uma vida errante: saiu da Índia, onde nasceu, viveu em Londres, Berlim e num país africano de língua portuguesa, provavelmente Moçambique.

A meio da vida, instigado pela irmã – e em consequência da sua própria lassitude –, regressa à Índia e resolve juntar-se a um grupo revolucionário clandestino. Mas, mais uma vez, como acontecera no passado, Chandran sente-se fora da sua própria história.

Quando volta ao Reino Unido, onde a sua demanda começara trinta anos antes, encontra um país que virou costas ao seu passado e que, como ele, está deslocado da sua própria história. Porém, num momento de grotesca revelação, chega ao entendimento daquilo que poderá, finalmente, libertar o seu verdadeiro eu.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK