2022-05-12

Quase 1200 páginas de uma vida que vale por tantas.

É num assombroso livro com quase 1200 páginas que se escondem alguns dos melhores e menos conhecidos segredos da vida de um dos nossos maiores poetas. Pessoa: Uma Biografia, de Richard Zenith, o mais completo trabalho biográfico sobre Fernando Pessoa que até hoje se escreveu, foi escolhido como um dos melhores livros de 2021 por prestigiadas publicações anglo-saxónicas – The New York Times, The Spectator, The New Statesman, Kirkus Reviews e Publishers Weekly – e foi finalista do Prémio Pulitzer 2022.

Partilhar:

A primeira edição em português chega às livrarias a 19 de maio, com tradução de Salvato Teles de Menezes e Vasco Teles de Menezes. A sessão de lançamento decorre às 18h45, na Fundação Calouste Gulbenkian (sala 1).

Richard Zenith passou várias décadas a estudar a obra pessoana e a reunir a imensa documentação que lhe permitiu reconstituir a vida do poeta e compor o fresco do período fascinante – e de grandes mudanças históricas e culturais – que lhe serviu de pano de fundo. Nascido no coração de Lisboa num dia de Santo António – 13 de junho de 1888 –, foi também nesta cidade, de que nunca se afastou durante a idade adulta, que, aos 47 anos, no dia 30 de novembro de 1935, Fernando Pessoa se retirou do mundo físico, legando ao futuro o extraordinário universo literário, filosófico e espiritual que criara.

«Um número razoável de pessoas, na altura da morte dele, nunca tinha lido nem sequer um dos seus poemas», escreve Zenith em Pessoa: Uma Biografia.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK