2020-02-28

O filho do sapateiro que era agente duplo dos Nazis.

O que faz com que o acanhado filho do sapateiro, Henry Rinnan, se torne um dos mais odiados criminosos da História da Noruega – um agente duplo que mata noruegueses para os nazis? Léxico da Luz e da Escuridão é o romance que marca a estreia do norueguês Simon Stranger no catálogo da Quetzal Editores, com tradução de João Reis. Esta é uma história familiar, magistralmente construída, um romance ambicioso que, de A a Z, reúne todo o léxico do amor, da perda, da coragem, da maldade – conciso, essencial, acutilante, poético. Léxico da Luz e da Escuridão foi galardoado com o Prémio dos Livreiros Noruegueses e com o Prémio Riksmalprisen, atribuído a escritores de ficção ou não ficção pelo uso excecional da língua norueguesa.

Partilhar:

Ao saber que, no pós-guerra, a mãe da mulher tinha crescido no «Mosteiro do Bando», o quartel-general de Rinnan que se tornou símbolo das atrocidades cometidas durante a ocupação alemã, Simon Stranger começa a investigar a história dos Komissar, dos que morreram e dos que sobreviveram. Porque é que uma família judaica, logo após o fim da guerra, quereria ir viver para o lugar onde a clique de Rinnan se juntava para maquinar, fazer festas e torturar prisioneiros na cave? 

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK