2022-05-05

José Eduardo Agualusa vence Grande Prémio de Crónica e Dispersos da APE

«O Mais Belo Fim do Mundo» conquista Associação Portuguesa de Escritores.

Partilhar:

É com grande alegria que a Quetzal recebe e partilha a notícia de que O Mais Recente Fim do Mundo, de José Eduardo Agualusa, publicado no final do ano passado, é o grande vencedor do Grande Prémio de Crónica e Dispersos da Associação Portuguesa de Escritores. Segundo comunicado da organização da APE/Câmara Municipal de Loulé, a distinção foi atribuída por unanimidade do júri, constituído por Carina Infan-te do Carmo, Carlos Albino Guerreiro e Fernando Batista.

 

Na ata de distribuição do prémio, o júri justificou a sua escolha com a «destreza na escrita da crónica, que se matiza nas formas do conto, do ensaio e do apontamento diarístico sem comprometer o desenho calibrado do livro».

 

«Na mão de José Eduardo Agualusa a crónica é uma sonda apurada dos dias comuns pessoais e do tempo coletivo que é o nosso, tenso, conturbado, alargando-nos o hori-zonte para geografias sobretudo africanas mediante uma escrita bela, lúcida e poética», acrescentou o júri.

 

A cerimónia de entrega do prémio terá lugar no Dia do Município de Loulé, no dia 26 de maio.

 

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK