2021-10-18

Eça de Queirós, o escritor que nunca deixou de viajar.

Nas obras de ficção ou no ensaio e na crónica, Eça de Queirós é um dos mais prodigiosos autores portugueses de literatura de viagens. Há fragmentos maravilhosos e divertidos, textos de grande informação e cheios de curiosidades, sempre sob a batuta de um génio surpreendente. Outras Paragens. Uma Pequena Antologia é o primeiro livro que reúne num só volume alguns dos melhores escritos de viagem e sobre viagem do maior romancista português. Incluído na coleção Terra Incognita, chega às livrarias a 21 de outubro.

Partilhar:

Na história da literatura portuguesa de viagens, o nome de Eça aparece sobretudo devido a O Egito. Notas de Viagem – apontamentos durante a inauguração do canal de Suez. Mas o gosto pela descrição de paragens distantes, pelo exótico e pela aventura, pelas civilizações e pelo xadrez da política internacional aparece em toda a sua obra, disperso em vários títulos, de ficção ou de crónica e comentário. Este livro reúne alguns desses textos, vindos de romances como A Cidade e as Serras ou A Relíquia, ou através das notas e correspondências que escreveu para a imprensa acerca de Paris, da China e do Japão, de Londres ou do Egito. Sério e cosmopolita, romântico e cínico, jornalístico ou erudito, este é um Eça disperso e sempre atento ao mundo, às suas transfigurações – e que nunca perdeu o gosto pela viagem.

••••

Terra Incognita é o nome da coleção de literatura de viagens da Quetzal. Mais do que livros de viagens, com um formato especial, Terra Incognita reúne títulos e autores que desprezam a ideia de turismo e fazem da viagem um modo de conhecimento.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK