2019-10-31

A história das três irmãs que marcaram a China do século XX.

Novembro marca o regresso de Jung Chang, autora de Cisnes Selvagens e da biografia da Imperatriz Viúva Cixi, com uma nova e arrebatadora narrativa sobre três mulheres no centro do poder da China no século XX. Traduzida em mais de 40 línguas e com mais de 15 milhões de exemplares vendidos, Jung Chang escreve agora As Irmãs Soong – A Mais Velha, a Mais Nova e a Vermelha, uma grande história de poder, amor, conquista e traição, que chega às livrarias nacionais a 8 de novembro, com tradução de Lucília Filipe e Maria José Figueiredo.

Partilhar:
Um dos maiores contos de fadas modernos chineses é o das três irmãs de Xangai: a Irmã Vermelha, Ching-ling, que se casou com Sun Yat-sen, (o fundador da República Chinesa) e veio a ocupar cargos importantes na estrutura do regime de Mao Tsé-tung; a Irmã Mais Nova, May-ling, que foi a senhora Chiang Kai-shek, primeira-dama da China nacionalista pré-comunista e uma figura política por direito próprio; e a Irmã Mais Velha, Ei-ling, que foi conselheira principal não oficial de Chiang Kai-shek, fez do seu marido primeiro-ministro e foi uma das mulheres mais ricas da China. A história das três irmãs Soong envolve exílio, amor, momentos de glória, perigos mortais, intriga, guerra, glamour, desespero, traição e perda – mostrando-nos o século decisivo que a China atravessou e como elas conspiraram, influenciaram e deixaram a sua marca.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK