Ficha do produto
Nenhum Olhar
Código: 00341
Última edição: maio de 2012
N.º de páginas: 224
Editor: Quetzal Editores
ISBN: 9789897220326
Coleção: Língua Comum
Em stock - Envio imediato
 

Sobre o livro

Sinopse
Numa aldeia do Alentejo, com um pano de fundo de uma severa pobreza, o autor vai tecendo histórias de homens e mulheres, endurecidos pela fome e pelo trabalho, de amor, ciúme e violência: o pastor taciturno que vê o seu mundo desmoronar-se quando o diabo lhe conta que a mulher o engana; o velho e sábio Gabriel, confidente e conselheiro; os gémeos siameses Elias e Moisés, cuja terna comunhão se degrada no momento em que um deles se apaixona; ou o próprio Diabo. As suas personagens são universais, assim como a sua esperança face à dificuldade. «... a partir da segunda ou terceira sequência ficamos seguros de que a inclinação é fatal: vamos embater num limite, num muro, num enigma, na origem do mundo e no desastre final...»

Nenhum Olhar de José Luís Peixoto

Detalhes do produto


Nenhum Olhar de José Luís Peixoto

Ano de edição ou reimpressão: 2012

Editor: Quetzal Editores

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 235 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 224

Coleção: Língua Comum

Classificação: Romance

 

Outros livros

Bibliografia

2016  Quetzal Editores
2015  Quetzal Editores
2014  Quetzal Editores
2014  Quetzal Editores
2012  Quetzal Editores
2012  Quetzal Editores
2012  Quetzal Editores
José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974.
É um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras.
Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance Nenhum Olhar. Em 2007, Cemitério de Pianos recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com Livro, venceu o prémio Libro d'Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu publicado no ano anterior, e em 2016 recebeu, no Brasil, o Prémio Oeanos com Galveias. As suas obras foram ainda finalistas de prémios internacionais como o Femina (França), Impac Dublin (...)