Ficha do produto
Há Sempre Tempo para Mais Nada
Código: 00551
Última edição: julho de 2015
N.º de páginas: 296
Editor: Quetzal Editores
ISBN: 9789897222436
Em stock - Envio imediato
PÁGINAS
 

Sobre o livro

Sinopse
O mundo anda faminto de qualquer coisa que não sabe o que é. Mãos estendidas, estômagos vazios, gente que morre à espera. Há Sempre Tempo Para Mais Nada é uma história de perda colectiva e individual, pombos e pilotos suicidas, mosquitos assassinos, macacos raivosos, e rostos sem corpo. A extinção pessoal de um viúvo, embalado numa dança de miséria irresistível que faz da distância um pormenor. Uma viagem de Lisboa a Varanasi, na Índia, terra de morte definitiva num tempo em que nem todas o são, onde o viúvo espera consumar, afundada no rio Ganges, a mais triste das despedidas.

Há Sempre Tempo para Mais Nada de Filipe Homem Fonseca

Detalhes do produto


Há Sempre Tempo para Mais Nada de Filipe Homem Fonseca

Ano de edição ou reimpressão: 2015

Editor: Quetzal Editores

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 235 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 296

Classificação: Romance

 

Outros livros

Bibliografia

2015  Quetzal Editores
Filipe Homem Fonseca nasceu em Lisboa, em 1974. É argumentista, dramaturgo, humorista, músico e realizador. É também membro fundador das Produções Fictícias.
Argumentista, co-autor de Contra Informação, Bocage, Paraíso Filmes, Sociedade Anónima, Major Alvega e Herman Enciclopédia. Autor do telefilme Só por Acaso e do documentário Curiua-Catu. Autor da peça Azul a Cores e de pequenas peças para Urgências e Urgências 2006. Co-autor da peça A Treta Continua. Autor do fotoon Salvo Erro para O Inimigo Público. Co-criador e co-intérprete do primeiro videopodcast português, O Horror iNominável. Co-fundador da banda de electroclash tribal Cebola (...)