Ficha do produto
A Visita do Brutamontes
Prémio Pulitzer 2011
Código: 00322
Última edição: abril de 2012
N.º de páginas: 376
Editor: Quetzal Editores
ISBN: 9789897220043
Em stock - Envio imediato
 

Sobre o livro

Sinopse
Bennie Salazar, antigo punk rocker, está a envelhecer e é agora um executivo discográfico; Sasha é a sua assistente, uma jovem mulher impetuosa e cleptomaníaca. Apesar de Bennie e Sasha nunca chegarem a descobrir o passado do outro, o leitor vai conhecê-lo, até ao mais íntimo detalhe, bem como a vida secreta de um variadíssimo leque de personagens, cujos caminhos se cruzam com os deles ao longo de muitos anos e muitos lugares: Nova Iorque, São Francisco, Nápoles e África. A Visita do Brutamontes é um livro sobre a interação do tempo e da música, a capacidade de sobreviver, e as mudanças e transformações, quando inexoravelmente postas em movimento ainda que pelas mais efémeras conjunturas do nosso destino. Numa arrebatadora plêiade de estilos e registos - da tragédia à sátira, passando pelo Power Point - Egan captura a corrente que nos atrai para a auto-destruição - à qual sucumbimos se não a soubermos dominar; a fome de redenção de cada homem e mulher; e a tendência universal para alcançar ambas através da ação "condutora" da arte e a música e escapando à impiedosa passagem do tempo. Um livro astuto, surpreendente e hilariante.

A Visita do Brutamontes de Jennifer Egan

Críticas de imprensa
«Um romance riquíssimo e inesquecível sobre declínio e endurance, sobre indivíduos num mundo que à sua volta se transforma. Egan está entre os maiores escritores dos nossos dias.»
The New York Review of Books

«Gloriosa e furiosamente humano.»
Chicado Tribune

«Audacioso, extraordinário.»
Philadelphia Inquirer

Detalhes do produto


A Visita do Brutamontes de Jennifer Egan

Ano de edição ou reimpressão: 2012

Editor: Quetzal Editores

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 235 x 25 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 376

Classificação: Romance

 

Outros livros

Jennifer Egan é autora de vários romances. A sua escrita sempre foi elogiada e reconhecida pelos mais diversos quadrantes da crítica literária e pelos leitores em geral. Foi finalista do National Book Award em 2001, e ganhou o prémio Pulitzer em 2011. O seu trabalho não-ficcional é publicado com frequência na New York Times Magazine. Vive com a família (...)